Tecnologia + RH = Produtividade

Cezar Antonio Tegon
ctegon@tegon.com.br

Que a tecnologia é fator crucial de competitividade para as organizações e que seu uso muda a forma da empresa lidar com seus processos, clientes, fornecedores, funcionários, etc. nenhum profissional, independente da área de atuação, tem dúvida.

Hoje em todas as atividades, seja operacional ou administrativa, a tecnologia é utilizada para otimizar o trabalho e ao mesmo tempo institucionalizar processos, procedimentos e melhores práticas.

Prever o futuro indicando a tendência para a área de Recursos Humanos em relação aos aspectos ligados a tecnologia não é uma tarefa difícil, uma vez que: sem a inclusão rápida de sistemas para suportar as atividades da área será impossível atender às necessidades atuais e futuras referentes a Gestão Estratégica de Pessoas.

Se voltarmos 20 anos no tempo para relembrar como eram os controles de saque de dinheiro em bancos, acredito que os mais jovens terão um choque, o controle da operação era manual e feita através de fichários com o clássico lançamento de débito, crédito e saldo. Hoje extratos, pagamentos, empréstimos, investimentos, transferências, etc. são serviços disponíveis nos sites dos bancos, e bem conhecidos pelos correntistas.
Alguém imagina um banco sem os recursos tecnológicos de hoje ?

Da mesma forma a área de RH ao longo dos últimos anos tem introduzido formas inovadoras nas atividades de administração de pessoal e desenvolvimento humano. A introdução de tecnologia nos dois casos se torna indispensável, por motivos muito diferentes: no primeiro caso o foco é produtividade e eficiência operacional e no segundo caso o foco é estratégico, o desafio é atrair, desenvolver e reter talentos.

Infelizmente a área de RH não tem conseguido empregar consistentemente tecnologia em seu dia-a-dia e hoje, salvo empresas mais sofisticadas, muitos processos ainda são feitos da mesma forma que há 20 anos.

O paradoxo neste caso é que além de não utilizar tecnologia a área vem sofrendo, ao longo dos últimos anos, pressão para reduzir seu quadro de pessoal ao mesmo tempo que ganha destaque no cenário organizacional. Neste contexto, fica simples entender que a inclusão de tecnologia nas atividades da área de RH, assim como a tercerização de processos “não estratégicos” são a principal agenda nos próximos anos para os executivos da área de RH cumprirem sua missão na empresa. Não ter o RH informatizado é o mesmo que controlar a conta corrente com fichário!

A boa notícia é que processos sofisticados como os de recrutamento e seleção, pesquisa de clima organizacional, treinamento, gestão de desempenho, cargos e salários, etc. já foram, nos últimos 5 anos, inteiramente redesenhados a partir do uso intensivo de tecnologia e hoje estão disponíveis no mercado soluções que podem ser implantadas rapidamente a baixo custo.

Várias fornecedores estão investindo na construção de soluções inteligentes para este mercado. No entano, para que haja tempo para implantação de sistemas de gestão de RH os executivos da área precisam criar estratégias e diminuir suas atenções, que em muitos casos representa mais de 80%, dos assuntos ligados a administração de pessoal, em especial aos sistemas de folha de pagamento.

Sistemas para a área de RH existem e estão à disposição, a tecnologia não é barreira para que a área de RH revolucione sua forma de atuação e assim cumpra sua missão de auxiliar o principal executivo e as lideranças na execução das estratégias do negócio. A questão passa, principalmente, pela eliminação da resistência dos profissinais da área de RH aos assuntos ligados a tecnologia. É preciso incluir a tecnologia em seu dia-a-dia, o desafio não está apenas fora dos “portões” da área de RH.

Outro aspecto crucial para a área de RH quando o assunto é tecnologia, é aprender a mensurar objetivamente o quanto a utilização de sistemas na área trás de benefícios para a empresa, somente assim será possível convencer o principal executivo da empresa que investir para informatizar a área de RH é tão importante quanto investir em ERP, CRM, WebSite, etc.

Tecnologia bem utilizada aumenta produtividade, competitividade e aproxima as pessoas. Gera transparência e responsabilidade. Fechar os olhos para esta realidade é querer ficar para trás.

Por Cezar Antonio Tegon, graduado em Estudos Sociais, Administração de Empresas e Direito. É diretor-presidente do portal Elancers. Com experiência de 20 anos na área de RH, é pioneiro no Brasil em construção e implementação de soluções informatizadas para RH.


Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário